Outubro Rosa: prevenção e tratamento do câncer de mama em cadelas e gatas

Compartilhe

Outubro Rosa: prevenção e tratamento do câncer de mama em cadelas e gatas 29 de setembro de 2021

O câncer de mama é o tipo de câncer mais frequente em cadelas e o segundo mais frequente em gatas. Ele se desenvolve por influência de vários fatores, entre eles hormonais, genéticos, ambientais e nutricionais, que levam a um crescimento anormal de células nas glândulas mamárias.

Cadelas de pequenas raças e gatas da raça Siamês são mais predispostas, mas qualquer animal, de raça ou não, pode ser acometido. Gatas e cadelas não castradas, obesas, e as que fazem uso de anticoncepcionais apresentam risco muito maior ao desenvolvimento de tumores de mama.

A forma mais eficaz para prevenir o câncer de mama é através da castração precoce, entre o primeiro e segundo cio, que reduz consideravelmente as chances de desenvolvimento de tumores mamários, para menos de 10% nas gatas e menos de 1%
nas cadelas! Uma boa alimentação, o uso de alguns suplementos nutricionais e a prevenção da obesidade também constituem medidas que ajudam a evitar o desenvolvimento do câncer de mama.

O diagnóstico precoce é essencial para o sucesso do tratamento e o tutor tem um papel importante nisso. Você deve realizar a palpação das mamas com frequência, como se fosse um carinho, e se detectar algum nódulo ou aumento de volume, consulte o quanto antes um médico-veterinário.

Uma vez diagnosticado o câncer de mama, o tratamento normalmente incluirá a retirada cirúrgica das mamas, e em casos de tumores malignos a quimioterapia pode ser indicada para complementar o tratamento cirúrgico. A radioterapia pode ser uma opção para o tratamento de tumores que não podem ser retirados cirurgicamente.

O exame histopatológico, que consiste em uma análise microscópica detalhada realizada em laboratórios, é essencial para identificar o tipo de tumor, se ele é benigno ou maligno e o estágio do câncer. Outros exames complementares, como por exemplo RX, exames de sangue e urina, também são importantes para verificar o estado geral de saúde e se há alguma metástase, ou seja, se o câncer se disseminou para outros órgãos além das mamas. Tudo isso faz parte de uma avaliação detalhada que só pode ser realizada pelo médico-veterinário, e que o ajudará a propor o melhor tratamento para cada animal.

Enfim, tenha sempre em mente que a prevenção, o diagnóstico precoce e o tratamento adequado constituem ações importantíssimas para garantir aumento do tempo e da qualidade de vida das gatas ou cadelas. Consulte sempre um médico-veterinário!

Apoio:

unnamed 1 300x80 - Outubro Rosa: prevenção e tratamento do câncer de mama em cadelas e gatas

 

Gostou do conteúdo?
Compartilhe

Leia também

BARRA DA TIJUCA

(21) 2491-2351

Saiba maissaiba mais da unidade BARRA DA TIJUCA